sexta-feira, 23 de junho de 2017

Bicicletas partilhadas avançam em Lisboa

A Empresa Municipal de Mobilidade e Estacionamento de Lisboa (EMEL) iniciou esta quarta-feira o sistema de testes de bicicletas partilhadas, que deverá estar a funcionar no final do verão. 

Durante a fase de testes, os primeiros voluntários poderão experimentar o sistema de forma gratuita

Escrito por Paulo Lourenço

A rede de "bike sharing" será instalada em quatro zonas da cidade e será composta por 1.410 bicicletas, das quais cerca de 60% serão de modelo eletricamente assistidas.
"Como empresa que gere a mobilidade na cidade, cabe-nos estudar soluções mais limpas para os cidadãos, daí este sistema", adiantou ao JN Luís Natal Marques, presidente da EMEL.
Durante a fase de testes, os primeiros voluntários poderão experimentar o sistema de forma gratuita. Posteriormente, haverá um passe anual para a utilização, com o custo de 25 euros, um mensal, por 15, é um diário por 10, este mais vocacionado para turistas.
A par deste valor, o utilizador pagará 10 cêntimos por utilização, no caso de modelos convencionais e de 20, nas eletricamente assistidas. O período máximo de utilização é de 30 minutos.
Avenidas Novas, Eixo Central, Belém, Baixa e Parque das Nações são as zonas da cidade onde as estações serão implantadas.
[Foto do autor - fonte: www.jn.pt]

Nenhum comentário:

Postar um comentário