terça-feira, 23 de maio de 2017

Um vocabulário comum para uma língua pluricêntrica


Na rubrica Acordo Ortográfico, disponibiliza-se o artigo que o linguista brasileiro Sérgio Rodrigues publicou no jornal Folha de S. Paulo do dia 18 p.p, a propósito do lançamento oficial, na capital de Cabo Verde, da primeira versão do Vocabulário Ortográfico Comum (VOC) e dos vocabulários nacionais associados – recursos que passaram a estar totalmente acessíveis na plataforma do Instituto Internacional da Língua Portuguesa (IILP). Saliente-se a citação que Sérgio Rodrigues faz de algumas palavras de outro linguista brasileiro, Carlos Alberto Faraco: «Esse vasto acervo poderá servir de base para a escrita de um novo dicionário geral da língua, o que será um passo fundamental […]. Aos poucos vai-se consolidando o conceito de língua pluricêntrica para o português.»
Originado no Instituto Internacional da Língua Portuguesa, localizado em Cabo Verde, o site recebeu versões do vocabulário de Portugal, Moçambique, Timor-Leste, Cabo Verde e do Brasil. A partir dessa reunião, as palavras foram reunidas a partir de critérios comuns. É possível ter acesso ao vocabulário de cada país e compreender como a mesma é compreendida no local.
Nas emissões desta semana dos programas produzidos pelo Ciberdúvidas* para a rádio pública portuguesa, são entrevistadas a professora universitária Teresa Calçada, a nova presidente do Plano Nacional de Leitura de Portugal, e a linguista moçambicana Inês Machungo, coordenadora do Vocabulário Ortográfico Nacional do seu país, já disponível na plataforma do IILP.

[Fontes: Ciberdúvidas da Língua Portuguesa e Universia]

Nenhum comentário:

Postar um comentário