segunda-feira, 24 de julho de 2017

A intolerância nazista contra os gays

Melhoramentos publica livro sobre a perseguição aos homens e mulheres gays feita pelo regime nazista durante o Holocausto

O que acontece quando sua orientação sexual pode se tornar sua sentença de morte? Quando os nazistas subiram ao poder na Europa, a vida dos homossexuais passou a ser regida pelo medo. De um cenário de liberdade sexual, vivido principalmente na Alemanha até o início da década de 1930, para o medo, prisões e campos de concentração junto com os judeus. 

Ken Setterington uniu sua pesquisa a relatos de sobreviventes homossexuais que viveram os horrores dos campos de concentração para resgatar sua história e cravar nas pessoas a importância da igualdade dos direitos humanos e civis, para todos. 

O triângulo rosa, costurado nos uniformes da prisão, tornou-se o símbolo de sua perseguição e dos direitos dos homossexuais. Marcados pelo triângulo rosa (Melhoramentos, 136 pp, R$ 53) conta histórias como a de uma jovem judia que foi resgatada do desespero e da fome nos campos por um prisioneiro gay que usava o triângulo rosa. 

O último capítulo do livro descreve os avanços conseguidos nas décadas após a guerra com relação aos direitos LGBTs.


[Fonte: 
www.publishnews.com.br]

Nenhum comentário:

Postar um comentário