terça-feira, 18 de julho de 2017

Centro Lusófono russo traduz contos de 32 autores brasileiros

Reunião da direção do Centro Lusófono Camões
na Universidade Hertzen, em 2003: o embaixador
Dário Moreira de Castro Alves (ao centro) entre o
professor Vadim Kopyl, diretor, e a professora
Helena Golubeva, vice-diretora
Os professores-tradutores do Centro Lusófono Camões, da Universidade Estatal Pedagógica Hertzen, de São Petersburgo, já traduziram contos de 32 autores brasileiros contemporâneos que vão figurar em edição impressa russo-portuguesa a ser publicada pela instituição com o apoio da Embaixada do Brasil em Moscou.
Segundo o diretor do Centro Lusófono Camões, professor Vadim Kopyl, responsável pela publicação, a edição será dedicada à memória de Dário Moreira de Castro Alves (1927-2010), ex-embaixador do Brasil em Portugal (1979-1983), e do padre Joaquim António de Aguiar (1914-2004), fundador e diretor do Colégio Universitário Pio XII, de Lisboa, e presidente da Academia Internacional da Cultura Portuguesa, considerado cofundador da instituição.
Castro Alves exerceu postos na Embaixada do Brasil em Moscou e foi chefe de gabinete no Ministério das Relações Exteriores e presidente do Conselho Permanente da Organização de Estados Americanos (OEA), em Washington. Sócio-honorário do Centro Lusófono Camões, traduziu o romance em versos Eugênio Oneguin, de Alexandr Pushkin (1799-1837), publicado em 2008 pelo Grupo Editorial Azbooka-Atticus, de Moscou, em edição russo-portuguesa, e pela Editora Record, do Rio de Janeiro, em 2010.
Em 2006, com o apoio da Embaixada do Brasil em Moscou, o Centro Lusófono Camões publicou o livro Contos e, em 2007, Contos Escolhidos, ambos de Machado de Assis (1839-1908), em edição russo-portuguesa, com prefácios de Adelto Gonçalves, doutor em Letras pela Universidade de São Paulo (USP) e autor das biografias Gonzaga, um Poeta do Iluminismo (Rio de Janeiro, Nova Fronteira, 1999) e Bocage: o Perfil Perdido (Lisboa, Editorial Caminho, 2003). 
Desde a sua fundação em 1999, o Centro publicou também em edições bilíngues os livros Guia de Conversação Russo-Portuguesa ContemporâneaPoesia Portuguesa Contemporânea (2004), que reúne poemas de 26 poetas portugueses, e Vou-me embora de mim (2007), do poeta português Joaquim Pessoa. Em 2013, a Embaixada do Brasil em Moscou apoiou a publicação da segunda edição revista do livro Contos Escolhidos, de Machado de Assis.
O Centro Lusófono Camões, que hoje abriga 18 estudantes russos que estudam a língua portuguesa, mantém uma biblioteca com mais de dois mil livros editados no Brasil e em Portugal. As instituições e autores do mundo lusófono que quiserem enriquecer o acervo do Centro devem enviar os seus livros para:
Prof. Vadim Kopyl
CENTRO LUSÓFONO CAMÕES
Moica 48 - UNIVERSIDADE ESTATAL PEDAGÓGICA HERTZEN k. 14
São Petersburgo - Rússia

[Fonte: www.pravda.ru]

Nenhum comentário:

Postar um comentário